As atividades são gratuitas e ocorrem no mês de Outubro na Fábrica de Cultura do Capão Redondo, em São Paulo.

No mês de Outubro, a Fábrica de Cultura do Capão Redondo recebe uma série de atividades culturais voltadas à questão do HIV/aids. Realizada pelo Coletivo Contágio, a programação gratuita contará com videoartes, bate-papos e apresentações cênicas.

As atividades buscam promover debates e reflexões acerca do preconceito e do estigma que ainda rondam a vida das pessoas que vivem com HIV/aids, partindo da arte como espaço potente para a sensibilização da sociedade.

No dia 19/10 (quarta-feira), às 14h30, serão exibidas as videoartes Vivem (2019) e Indetectável: deuses morrem porque se renovam (2022), seguido de um bate-papo com membros do coletivo. A atividade é presencial.

No dia 22/10 (sábado), às 19h, o grupo apresenta o experimento cênico Ecos de Egos (2022). A atividade é presencial e contará, ainda, com um bate-papo após a apresentação. Já no dia 26/10 (quarta-feira), às 16h, o vídeo-experimento Uma reunião contagiante será exibido online nas redes sociais da Fábrica de Cultura Capão Redondo.

Surgido em 2019, o Coletivo Contágio é formado por artistas que vivem com HIV e que buscam ampliar as discussões sobre HIV/aids, sexualidade e Direitos Humanos através das mais variadas linguagens artísticas.

SERVIÇO
Agenda de Contágio – Coletivo Contágio

Dias 19, 22 e 26 de outubro de 2022. Presencial e online.
Local: Fábrica de Cultura Capão Redondo – Rua Algard, nº 82, Conj. Habitacional Jd. São Bento (Zona Sul).
Atividade Gratuita.

Programação:
19/10 (14h30) | Exibição das videoartes “Vivem” e “Indetectável: deuses morrem porque se renovam” + Bate-papo | Presencial.
22/10 (19h) | Apresentação do experimento cênico “Ecos de Egos” + Bate-papo | Presencial.
26/10 (16h) | Exibição do vídeo-experimento “Uma reunião contagiante” | Online.