Videoarte sobre HIV/aids estreia neste domingo (28) em programação com diversas atrações culturais

No dia 28 de agosto (domingo), será lançada a videoarte Indetectável: deuses morrem por que se renovam, produzida pelo Coletivo Contágio. A partir da metáfora das borboletas e de elementos da dança voguing, a obra tem por objetivo estimular a reflexão sobre o HIV/aids e tirar dos casulos do tabu alguns estigmas que ainda cercam o assunto.

A estreia ocorre no festival Jardim Rimano, às 19h30, no espaço Casa Balaio, localizado no Jardim Romano, zona leste de São Paulo. O evento também contará com pocket shows e batalhas de rima. Após a exibição da obra, será realizado um bate-papo com integrantes do coletivo.

“A arte cumpre um papel importante na humanização e na sensibilização da sociedade”, afirma Ará Silva, um dos fundadores do grupo. “A nossa videoarte, que integra um projeto mais amplo, busca encontrar na dança e na linguagem poética e audiovisual caminhos possíveis para tornar o HIV/aids um assunto comum, longe dos tabus.”

Com apoio da Coordenadoria de IST/Aids da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, a obra Indetectável: deuses morrem por que se renovam abarca outras ações, como a divulgação de artigos e entrevistas exclusivas com artistas vivendo com HIV.

SERVIÇO:
Estreia da videoarte “Indetectável: deuses morrem porque se renovam” no Festival Jardim Rimano
Data
: 28 de agosto de 2022 (domingo)
Horário: A partir das 19h30
Local: Casa Balaio: Rua Adobe, n. 49 – Jardim Romano (SP) – Ao lado da estação Jardim Romano.

FICHA TÉCNICA:
Direção
: Coletivo Contágio | Argumento: Caíu | Produção Executiva: Ará Silva | Assistente de produção: David Costa | Contrarregra: Jone Duarte | Roteiro: Ará Silva e Caíu | Poesia: Warley Noua | Identidade Visual: Leandro Noronha | Direção de fotografia: Alex Augusto | Edição: Alex Augusto | Finalização: Alex Augusto e David Costa | Trilha: Evehive feat. Badsista | Desenho de luz: David Costa | Elenco: Ará Silva, Caíu, Warley Noua e André Ximene | Styling: Caíu | Assistente Styling: Jone Duarte | Maquiagem: Corpa Sollar | Cabelo: Joy Brito e Maria Luiza | Apoio: Teatro de Container, Jone Duarte, Maria Luiza, Coletivo Gaia | Agradecimento: Corpa Sollar, Paloma, Marcos Felipe, Arte Trava, Jardim Rimano.

Categorias: Notícias